UNIDADE DE SAUDE DE CAMPO VERDE FUNCIONA EM PREDIO ABANDONADO

Após receberem denuncias uma comitiva de vereadores esteve no Distrito Municipal de Campo Verde (Km 30) para in-loco  conhecerem a realidade do local onde funciona a Unidade de Saúde naquela Vila.
Os vereadores Peninha, Iamax Prado, Nicodemos Aguiar, João Paulo Maister e Orismar Gomes foram até o prédio onde funciona provisoriamente a Unidade de Saúde do Distrito de Campo Verde e constataram que o local era de uma escola, que está desativada e o prédio  abandonado.

O vereador Peninha classificou de uma VERGONHA o que vem fazendo a prefeita de Itaituba com a comunidade de Campo Verde. O local onde está funcionando o posto de saúde é um caso de saúde. A maca toda enferrujada, local inadequado para funcionar um atendimento de saúde. . As fotografias que registramos falam por si. São estarrecedoras, destacou Peninha.



O vereador Nicodemos Aguiar, criticou o local onde está funcionando o atendimento a saúde daquela população. Não acredito no que estou vendo. Isto não pode ser no meu município, revoltado expressou o edil. Ele lembrou que já solicitou a seu irmão, Deputado Francisco Chapadinha uma emenda de R$ 400.000,00 para a construção de uma Unidade de Saúde no Distrito de Campo Verde.

REFORMA DA UNIDADE
Outra denuncia feita pelo vereador Peninha é com relação a reforma da Unidade de Saúde daquele Distrito Municipal, que é resultante de um convênio do Governo Federal com a Prefeitura Municipal de Itaituba. Conforme documento que mostrou a imprensa, a firma responsável pela reforma da Unidade-GMX TERRAPLENAGEM, CONSTRUÇÕES E COMERCIO LTDA–ME, já recebeu R$ 112.882,00 para a realização desta obra, que está orçada em R$ 127.550,00. Foram pagas três parcelas nos valores de R$ 8.263,33, paga no dia 03/03/2015( 1ª medição); R$ 35.208,39, paga no dia 10/04/2015(2ª medição) e R$ 69.410,28, paga no dia 08/06/2015.

Para o vereador Peninha, o município é conivente ou omisso com a empresa, pois, conforme a placa fixada em frente a obra, o inicio da obra foi dia 07 de Maio de 2014 e o termino estava previsto para o dia 07 de Agosto de 2014. Já estamos em Setembro de 2015 e até hoje esta obra ainda não foi concluída e o dinheiro praticamente já foi todo gasto. ( faltam serem pagos R$ 14.664,48 do contrato).
Segundo as lideranças de Campo Verde, já comunicaram o fato na Secretaria de Saúde, e foram informados que falta apenas a pintura do prédio. A comunidade, inclusive, se prontificou, caso o município ou a empresa entregue a tinta, a fazer a pintura do prédio.
Não acredito, isto é uma vergonha. É desperdício de dinheiro publico. É uma falta de respeito com a saúde dos moradores de Campo Verde e das comunidades adjacentes, finalizou o vereador Peninha, que prometeu na terça feira da próxima semana denunciar o caso na Câmara de Vereadores e no Conselho Municipal de Saúde.
No final da tarde de quarta feira, dia 9, a prefeita Eliene Nunes acompanhada de secretários municipais esteve na comunidade de Campo Verde para participar de uma reunião com os manifestantes que bloquearam a Rodovia BR-163. Na ocasião, os moradores cobraram da prefeita o funcionamento da Unidade de Saúde.
Parece que a prefeita desconhecia o abandono da obra há meses, pois só depois que foi cobrada pelos moradores, prometeu acionar a empresa responsável pela obra a concluir os serviços. Caso isto não seja feito, a gestora promete levar o caso a justiça para a empresa concluir as obras.

Postar um comentário

0 Comentários