PÃO ESTRAGADO VAI PARAR NA POLICIA

Acredite se quiser. A denuncia do Coordenador do SINTEPP, Lazaro Guedes, foi parar na Delegacia de Policia. Ao tomar conhecimento da denuncia, a Secretaria Municipal de Educação de Itaituba, Ana Paula, registrou BO contra o representante dos professores, tentando calar a boca do SINTEPP, através da policia, intimidando seus colegas, que hoje estão em lados opostos: Governo X Oposição.
Na realidade quem denunciou a entrega de pão estragado na Escola Fernando Guilhon foram os professores e alunos. O Sintepp apenas apoiou a denuncia, apoiando o fato delituoso e o sindicalista Lazaro Guedes falou em nome da categoria, o que não aceitou a Secretaria de Educação, que outrora foi uma das grandes defensoras da classe e que hoje mudou de lado, estando contra seus colegas que estão defendo o que no passado defendiam juntos. Na delegacia de Policia, o delegado José Bezerra, que intimou o sindicalista mandou ser registrado um TCO- Termo Circunstanciado de Ocorrência.
A Secretaria Ana Paula apresentou  ao delegado um  laudo da vigilância sanitária do município, o que foi contestado pelo advogado Adalberto Viana, que exigiu um laudo pericial no pão feito pelo IML-Instituto Médico Legal. O pão que vimos realmente apresentada marcas rochas, de estragado, já que estava fermentado, o que contesta a secretaria alegando que o pão estava bom para o consumo. Entretanto, se estava estragado ou não o pão, a Secretaria não pode está ameaçando como vem fazendo,  quem denunciar alguma coisa de errado na Educação vai responder na policia ou na justiça, como neste caso e foi falado pela secretaria na imprensa televisionada, em forma de intimidar os servidores.

Postar um comentário

0 Comentários