RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 5 de abril de 2017

PENINHA ACUSA REDE CELPA EQUATORIAL DE ATRASAR FUNCIONAMENTO DE ESTALEIRO EM ITAITUBA.




Quando não é um, é outro, que atrapalha os investimentos em nosso município. Se não bastasse o Governo do Estado, através da SEMAS, está atrapalhando, retardando o funcionamento de empreendimentos em Itaituba, agora a Rede Celpa EQUATORIAL entra no rol dos que estão atrapalhando os empreendimentos em Itaituba, disse o vereador Peninha em seu pronunciamento na manhã de terça feira no Plenário da Câmara Municipal de Itaituba.

Recentemente, ressaltou Peninha, visitei a implantação de um grande Estaleiro em Itaituba-do Grupo ERAM. Vi de perto o investimento, de mais de R$ 10 milhões de reais que está sendo aplicado ali, porém, o empresário está impossibilitado de dar andamento em sua obra, por falta de energia elétrica fornecida pela Rede Equatorial Celpa, prosseguiu o edil.

A empresa elaborou um projeto, continuou o parlamentar, que já foi inclusive, aprovado pela Rede Celpa, porém a Rede Celpa até hoje não ligou a energia, por que a rede de distribuição é incompatível com a carga que o Estaleiro e os demais empreendimentos existentes na Estrada do 53º Bis consume.
Vejam o absurdo, afirmou Peninha. A própria Rede Celpa reconhece sua falha e até hoje, com tantos investimentos chegando a Itaituba e se instalando naquela área, ainda não ter construída uma rede de distribuição em condições de atender aqueles consumidores.

E agora?, indagou Peninha. O empresário está com seu investimento empacado, dependendo da Rede Celpa, para colocar em funcionamento. Até quando a empresa vai esperar a construção desta rede de distribuição para atender este consumidor. Quem vai pagar o investimento já feito ali, são perguntas que a Celpa tem que responder, disse o vereador.Estamos deixando de gerar emprego e renda no município, simplesmente porque a concessionaria que fornece energia elétrica não está atendendo a demanda, seus consumidores satisfatoriamente, concluiu Peninha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário