RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 18 de maio de 2016

ENSINO MEDIO FECHOU EM MORAES ALMEIDA.

A denuncia foi feita na Tribuna da Câmara Municipal de Itaituba pelo vereador Peninha. Ele disse que recebeu denuncias de pais e alunos que estudam o segundo grau naquele distrito municipal e que a falta de professores fez com que o ensino médio fechasse naquela comunidade.

Peninha disse que procurou apurar as denuncias e constatou que dos 8 professores que trabalham naquela comunidade, apenas 2 continuam , que são a professora de Português e a responsável pelo Polo. Os outros seis professores foram demitidos, porque eram contratados.
O vereador disse que  com o fechamento do ensino médio, os alunos estão vindo para Itaituba concluir o ensino médio. O pior lembrou o edil, aqueles que não tem condições de virem para cidade, vão ficar sem estudar.
O Ensino Médio funciona em Moraes Almeida há cerca de 4 anos e hoje em torno de 300 alunos frequentam a escola. Destes, 25 alunos diariamente se deslocam da comunidade de Jardim do Ouro, a 30 quilômetros de Moraes de Almeida, pagando mensalmente R$ 350,00 cada um para um taxi lotação traze-los.
Procurei a SEDUC em Itaituba e fui informado que o fato está acontecendo por falta de professores. A diretora da URE, Lisana Alves disse que já encaminhou os currículos dos professores para Belém e está aguardando a contratação. Ela negou que o curso fechou, o que é contestado pelos pais e alunos, que inclusive 8 já vieram para estudar em Itaituba, em escola particulares.
Peninha lembrou que a diretoria da URE lhe informou que as perdas das aulas serão repostas. Porém, o que Peninha criticou o Estado, é quanto os prejuízos dos alunos. Vejam bem, disse Peninha. Os alunos que deveriam concluir este ano mais uma etapa do ensino médio, agora vão ter que estudar até o ano que vem, porque o ensino médio que era para ser concluído em três anos, será concluído em 4 ou 5 anos, já que haverá reposição das matérias. Isto é um absurdo. Isto é uma vergonha, classificou Peninha. Tudo vem acontecendo por causa da falta de professores serem contratados, já que professores tem, afirmou Peninha.

O vereador pediu para a Câmara de Vereadores encaminhar documentos a SEDUC em Belém e ao Governador do Estado, Simão Jatene, no sentido que sejam tomadas providencias urgentes apara que os alunos não sejam prejudicados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário