RIO TAPAJÓS

terça-feira, 29 de março de 2016

PENINHA CRITICA DESVIO EM MIRITITUBA

Trecho no desvio proximo a Mirituba está um caos
“É uma vergonha este desvio perto da Vila de Miritituba”, assim o vereador Peninha começou seu pronunciamento na manhã desta terça feira, dia 29 na Câmara de Itaituba. Revoltado pelo caos que se estabeleceu há anos ali, o vereador criticou o 9º BEC, com atuação no Estado do Mato Grosso, o DNIT e o Tribunal de Contas da União.
O vereador Peninha acusou o DNIT e o TCU de omissos neste caso, pois foram liberados mais de R$ 41 milhões de reais para o 9º BEC pavimentar 30 quilômetros (Campo Verde a Miritituba) e esta obra nunca foi concluída. Mesmo assim, nunca estas instituições nunca cobrar do 9º BEC a conclusão dos trabalhos.
O vereador disse ainda que hoje centenas de carretas formam filas naquele desvio, aguardando a vez para serem rebocados por tratores que operam 24 horas ali puxando carretas. Lembrou, que de vez em quando uma carreta desliza e vira, espalhando na pista os grãos (milho ou soja). Destacou que inclusive naquele desvio foram registrados acidentes  com vitimas fatais e até hoje nenhuma providencia foi tomada.
Peninha perguntou, ate quando vamos ver vidas ceifadas naquele desvio. Vamos ter que ver dezenas de pessoas morrerem para poder tomar providencias, frisou o edil.
O DNIT é conhecedor do problema, ressaltou Peninha, dizendo que pelo menos já encaminhou documento ao órgão pedindo providencias, inclusive lembrou que no tempo em que o ex-deputado Anivaldo Vale foi diretor do DNIT, prometeu resolver a situação, mas até hoje só promessas.
Peninha disse, que agora, estão aguardando a privatização desta estrada, no trecho de Sorriso, no Mato Grosso até o Porto em Miritituba, em Itaituba para resolverem  o problema. Porém, o edil quer saber quando vão privatizar e quando vão começar a recuperar e duplicar esta rodovia. Vamos esperar quantos anos.

Precisamos resolver este problema, ontem, continuou Peninha. Sugeriu que a prefeita, como maior autoridade do município tome a iniciativa de marcar uma audiência no DNIT em Brasília para dar o encaminhamento de uma solução urgente. Precisamos fazer um trabalho emergencial naquele desvio e não temos tempo a esperar. Acredito que as empresas transportadoras, juntamente com os empreendedores portuários de Miritituba tem interesse em dar uma solução urgente naquele desvio, mas para isto, o DNIT precisa autorizar a realização de um serviço emergencial. Caso ao contrario, a solução é interditar a BR para obrigar o Governo a fazer este serviço, concluiu Peninha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário