RIO TAPAJÓS

terça-feira, 10 de novembro de 2015

PENINHA CRITICA FALTA DE PAPEL HIGIÊNICO NO AEROPORTO DE ITAITUBA

Parece até uma coisa vulgar, falarmos da falta de papel higiênico nos banheiros do aeroporto municipal de Itaituba. Porém, só quem usa que sabe da importância deste produto em um sanitário na hora do aperreio, desabafou na manhã deste terça feira, dia 10, o vereador Peninha, no plenário da Câmara de Itaituba.

Isto, colegas vereadores, aconteceu com uma passageira, que desembarcou no aeroporto de Itaituba na semana passado. Foi as presas usar o sanitário, quando procurou papel higiênico ficou desesperada, pois não havia. Esperou que alguém entrasse no banheiro para pedir. Foi então que uma outra passageira entrou no banheiro e a referida senhora pediu para procurar  o restaurante do aeroporto e pedir um rolo de papel higiênico, relatou Peninha. Que constrangimento esta senhora passou em nossa cidade, frisou o edil.
Ao tomarmos conhecimento deste fato, prosseguiu Peninha, estivemos na quinta feira pessoalmente no aeroporto e entramos nos banheiros para constatarmos a falta de papel higiênico. De fato, registramos a falta de papel higiênico em um dos sanitários masculino. No outro banheiro, havia um rolo de papel higiênico, mas de péssima qualidade. Já toalha de papel, para que os usuários pudessem enxugar a mão, não havia, lembrou o vereador. Outro fato que constatamos foi um vidro de desinfetante de lavar louça, servindo para os passageiros usarem como sabão.

Em nossa visita, recebemos denuncias de que semanas atrás não havia papel higiênico e toalhas de papel, nos banheiros do aeroporto, falou Peninha.
As pessoas que denunciaram, trabalham diariamente no aeroporto, mas preferiram não se identificar com medo de represálias, ressaltou Peninha. Todavia, este fato é publico e notório e não é a primeira vez que falta esta material nos banheiros do aeroporto de Itaituba.
Porém vereadores, não justifica a falta deste material, uma vez que tudo ali é pago, continuou o vereador. É aluguel de boxes, aluguel do espaço da lanchonete, hangares, terminal de combustível, taxas de embarque de passageiros e taxas de pouso e decolagens de aviões, disse Peninha.  
Em que está sendo gasto este dinheiro arrecadado no aeroporto municipal de Itaituba se até papel higiênico está faltando naquele logradouro municipal? Esta pergunta merece resposta vereadores, concluiu em seu pronunciamento o vereador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário