RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

PENINHA CRITICA ABANDONO DE OBRAS DE ESCOLAS ESTADUAIS EM ITAITUBA

Nesta quarta feira, dia 4, o Plenário da Câmara de Itaituba ficou lotado por alunos do ensino médio da Vila de Miritituba. Exibindo cartazes, os alunos reivindicavam a conclusão das obras da escola de ensino médio de Miritituba, que há  mais de dois anos estão paradas.

O vereador Peninha, após o uso da tribuna pelo professor José Edinaldo, disse que é uma vergonha o que estamos vendo hoje com o ensino médio no Estado do Pará. O ensino médio do Estado do Pará é um dos piores do Brasil, lembrou Peninha.

Em Itaituba, as escolas estaduais estão em estado deplorável e apesar da grande arrecadação do Estado aqui, nada melhora na educação. O Estado, contratou há mais de dois anos atrás a firma PLANO A para construir  duas escolas estaduais. Uma, no bairro do Piracanã e a outra na Vila de Miritituba. A obra do bairro do Piracanã, nunca começou e da escola de Miritituba, apenas foi construído parte do muro e uma parte de um pavilhão administrativo, disse Peninha.
Em Miritituba existem mais de 400 alunos cursando o segundo grau. Destes, cerca de 200 alunos, todos os dias atravessam o Rio Tapajós para estudarem nas escolas na cidade de Itaituba, colocando em risco a vida em busca de um futuro melhor, ressaltou o edil.
O vereador lembrou que, com tanta atenção que Miritituba chama hoje, nada ganhou em troca dos empreendimentos que estão sendo feitos ali. Além das obras das escola de ensino médio, estão paradas a construção da Unidade Básica de Saúde e o Pró Infância. Obras estas, que o dinheiro está nas contas do município, mas que estão paradas.
Para o vereador, o poder publico, soi faz alguma coisa agora se for na pressão. Por isso, Peninha, disse aos alunos, que fizessem uma manifestação, interditando a Rodovia, afim de chamar a atenção das autoridades (Governo do Estado) para a construção da escola. Caso ao contrário, destacou o edil, mas promessas serão feitas e a obra nunca será concluída.
Hoje estamos aqui, vendo pela terceira vez este movimento reivindicando a conclusão desta escola e até agora nada de concreto foi feito. O Estado realizou licitação e suspendeu, alegando que o projeto da escola precisa ser adequado. Isto é coisa de quem não quer fazer, porque como é que quando querem fazer, fazem inúmeros aditivos em obras, revelou Peninha.

Concluindo, o vereador Peninha voltou a dizer: “vamos interditar a BR, a Rodovia para pressionar o governo se não esta escola vai continuar em promessas”. Só assim esta escola será concluída, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário