RIO TAPAJÓS

domingo, 1 de novembro de 2015

AS DEFINIÇÕES E INDEFINIÇÕES DO QUADRO POLITICO DE ITAITUBA

Toda semana há boatos de mudanças na politica de Itaituba. Através deste texto, venho expressar minha opinião, do que hoje e amanhã acontecerá.
Valmir Climaco será o candidato do PMDB. Para vice cogita-se o nome de Suely Aguiar, a mesma que foi vice em sua chapa em 2012, que perdeu para Eliene Nunes. Não deverá nesta eleição, Suely ser a vice. Já que, um nome forte e de ganho politico é o do filho do ex-prefeito Roselito Soares, o conhecido Litinho.

O deputado Estadual Hilton Aguiar, com seu partido, Solidariedade, pode até apoiar Valmir, mas às escondidas, pois em hipótese alguma vai coligar oficialmente com o PMDB, já que o comandante do partido no Pará, Wladimir Costa, é inimigo ferrenho do grupo Barbalho e jamais aceitará apoiar o PMDB. Também temos como impasse o fato de a cúpula Nacional do Solidariedade apoiar o PMDB, pois é um dos partidos que articula, com Paulinho da Força Sindical, o impeachment da Presidente Dilma. Com isso, o deputado Hilton Aguiar, pode até sair do partido, mas não agora, pois a lei não lhe permite, já que não está no ultimo ano de mandato. Ao contrário do seu irmão, o vereador Nicodemos, que em 2016, pode se desligar do Solidariedade, por ser  o ultimo ano de seu mandato de vereador.
 O outro irmão de Hilton Aguiar, o deputado Francisco Chapadinha tenta usar sua influencia dentro do PSD para barganhar o partido em Itaituba. O que vai ser difícil, pois além de Eliene Nunes ser prefeita, conta com o apoio de outros deputados do PSD e o partido jamais vai permitir que seja manobrado pelo PMDB, já que existe uma briga entre Kassab e o PMDB, uma vez que Kassab queria criar o PL para esvaziar o PMDB.
Dos partidos que se apresentam, o único que o PMDB pode contar para uma possível aliança é com o PT, que em termo nacional caminha junto, apesar de varias divergências. Quanto o PMN, que em Itaituba tem a frente o médico Benigno Olazar Reges, temos informações de que vai com o pré-candidato Ivan D’Almeida. Este acerto foi feito  por Belém. Outro forte indicador deste apoio do PMN em Itaituba ao PSDB é a ligação que o Benigno tem com Ivan D’Almeida. Quando Benigno foi prefeito, o empresário Ivan D’Almeida prestou serviço à prefeitura.
Eliene Nunes perdeu a grande oportunidade de ter o apoio do governador do Estado, Simão Jatene, quando permitiu que o empresário Ivan D’Almeida filiasse no PSDB. Agora, Eliene Nunes, sob a pressão de ter que sair do PSD, por conta das noticias de que o partido em Itaituba será tirado de suas mãos, está em articulação, em busca de uma opção, onde aparece até o PSDB, novamente, para se filiar.
Eliene, independente de está no PSD ou em qualquer outro partido, será candidata à prefeita. Como Ivan D’Almeida e Valmir Climaco também serão candidatos.

O que resta é esperar, e ver quem é quem nos apoios partidários, já que o destino dos partidos para as coligações, dependem do regional e até do nacional e não somente da vontade dos representantes dos partidos em Itaituba.
Vejamos: O PP, que tem no Pará, Gerson Peres, é ligado ao Governador Simão Jatene e para onde o chefe  determinar o partido vai. O rumo é coligação com o PSDB. O mesmo acontece com o PSB e PSC. O PSB de Ademir Andrade vai abraçar uma coligação com o PSDB ou PSD e jamais com o PMDB. Quanto ao PSC, o destino é o mais claro, pois o vice Governador é do PSC, então não vai contra seu patrão. O PSC vai pra aliança com o PSDB. O PPS do deputado Arnaldo Jordy, já deixou claro que não  coliga com o PMDB e que vai  apoiar a candidatura do PSDB.

A Questão mais complicada é a do Democrata -DEM. O partido está hoje na região na mão de Lira Maia, porém, na capital, quem manda é o presidente da Assembleia, Marcio Miranda. Este partido é uma incógnita. E tem sido o partido no qual nos últimos dias, muitos fatos tem ocorrido, inclusive a saída de vários filiados e entrada de outros. O seu destino, só saberemos, no dia da Convenção.
Quanto ao partido  PROS, do ex-deputado Dudimar Paxiuba, esta claro que apoiará à prefeita Eliene Nunes a reeleição, pois os dois vereadores na Câmara são os que mais defendem o governo municipal e a família do ex-deputado tem vários cargos no governo. E o deputado será fiel aos empregos, por isso vai apoiar a prefeita Eliene Nunes, já que não tem possibilidade nenhuma de se coligar com o PMDB, e com o PSDB, pois de lá, o ex-deputado já veio.
O quadro politico começa a se definir em Itaituba. Todavia, como na politica tudo é possível, muitas surpresas estão para acontecer, principalmente pelo tempo de filiação que foi prorrogado para seis meses antes das eleições  e ainda a janela que se abre em abril com a nova lei eleitoral para quem está com mandato, poder sair de um partido e filiar-se em outro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário