RIO TAPAJÓS

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

UNIDADE DE SAUDE DE CAMPO VERDE FUNCIONA EM PREDIO ABANDONADO

Após receberem denuncias uma comitiva de vereadores esteve no Distrito Municipal de Campo Verde (Km 30) para in-loco  conhecerem a realidade do local onde funciona a Unidade de Saúde naquela Vila.
Os vereadores Peninha, Iamax Prado, Nicodemos Aguiar, João Paulo Maister e Orismar Gomes foram até o prédio onde funciona provisoriamente a Unidade de Saúde do Distrito de Campo Verde e constataram que o local era de uma escola, que está desativada e o prédio  abandonado.

O vereador Peninha classificou de uma VERGONHA o que vem fazendo a prefeita de Itaituba com a comunidade de Campo Verde. O local onde está funcionando o posto de saúde é um caso de saúde. A maca toda enferrujada, local inadequado para funcionar um atendimento de saúde. . As fotografias que registramos falam por si. São estarrecedoras, destacou Peninha.



O vereador Nicodemos Aguiar, criticou o local onde está funcionando o atendimento a saúde daquela população. Não acredito no que estou vendo. Isto não pode ser no meu município, revoltado expressou o edil. Ele lembrou que já solicitou a seu irmão, Deputado Francisco Chapadinha uma emenda de R$ 400.000,00 para a construção de uma Unidade de Saúde no Distrito de Campo Verde.

REFORMA DA UNIDADE
Outra denuncia feita pelo vereador Peninha é com relação a reforma da Unidade de Saúde daquele Distrito Municipal, que é resultante de um convênio do Governo Federal com a Prefeitura Municipal de Itaituba. Conforme documento que mostrou a imprensa, a firma responsável pela reforma da Unidade-GMX TERRAPLENAGEM, CONSTRUÇÕES E COMERCIO LTDA–ME, já recebeu R$ 112.882,00 para a realização desta obra, que está orçada em R$ 127.550,00. Foram pagas três parcelas nos valores de R$ 8.263,33, paga no dia 03/03/2015( 1ª medição); R$ 35.208,39, paga no dia 10/04/2015(2ª medição) e R$ 69.410,28, paga no dia 08/06/2015.

Para o vereador Peninha, o município é conivente ou omisso com a empresa, pois, conforme a placa fixada em frente a obra, o inicio da obra foi dia 07 de Maio de 2014 e o termino estava previsto para o dia 07 de Agosto de 2014. Já estamos em Setembro de 2015 e até hoje esta obra ainda não foi concluída e o dinheiro praticamente já foi todo gasto. ( faltam serem pagos R$ 14.664,48 do contrato).
Segundo as lideranças de Campo Verde, já comunicaram o fato na Secretaria de Saúde, e foram informados que falta apenas a pintura do prédio. A comunidade, inclusive, se prontificou, caso o município ou a empresa entregue a tinta, a fazer a pintura do prédio.
Não acredito, isto é uma vergonha. É desperdício de dinheiro publico. É uma falta de respeito com a saúde dos moradores de Campo Verde e das comunidades adjacentes, finalizou o vereador Peninha, que prometeu na terça feira da próxima semana denunciar o caso na Câmara de Vereadores e no Conselho Municipal de Saúde.
No final da tarde de quarta feira, dia 9, a prefeita Eliene Nunes acompanhada de secretários municipais esteve na comunidade de Campo Verde para participar de uma reunião com os manifestantes que bloquearam a Rodovia BR-163. Na ocasião, os moradores cobraram da prefeita o funcionamento da Unidade de Saúde.
Parece que a prefeita desconhecia o abandono da obra há meses, pois só depois que foi cobrada pelos moradores, prometeu acionar a empresa responsável pela obra a concluir os serviços. Caso isto não seja feito, a gestora promete levar o caso a justiça para a empresa concluir as obras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário