RIO TAPAJÓS

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

COMUNIDADE DE PIMENTAL ESQUECIDA PELO MUNICÍPIO DE TRAIRÃO

Posto de Saúde abandonado a mês em Pimental
Enquanto estava brigando com a maioria da comunidade de Pimental, a administração do prefeito de Trairão, Danilo Miranda, se fazia presente e muitas promessas eram feitas. Após a concretização, de ter assumido a responsabilidade de administrar aquela comunidade, abandonou a mesma que hoje enfrenta um abandono na saúde principalmente.
A reportagem deste jornal O IMPACTO, a convite de moradores, esteve em Pimental para ver in loco a atual realidade daquela comunidade e constatou  o fechamento do posto de saúde há meses, com a promessa de reformar o velho posto. Só promessa. Desde que foi fechado, até hoje, está as ruinas e o atual atendimento vem sendo feito em uma casa de madeira alugada, por pessoas sem experiências e o pior falta tudo, como medicamentos e material de curativos e etc.
O município de Trairão, não tem condições de atender aquela gente, por ser um município pobre e distante, com isso qualquer caso de urgência com um morador, é trazido para Itaituba, pela facilidade de acesso e condições bem maiores que o Trairão.
Como disse um morador: já pensou eu passar mal aqui e ter que pedir uma ambulância para o Trairão. Vão me levar para o hospital de lá e depois me encaminhar para Itaituba ou Santarém. Vou morrer antes de chegar. Não tem cabimento isto. Então eu vou logo direto para Itaituba e lá digo que moro na cidade. Uso o endereço de um parente, porque se dizer que moro no Trairão vão me mandar de volta pra lá, concluiu o morador.
Casa onde funciona o Posto de Saúde provisório
Na educação, a coisa não é diferente. A escola teve seu forro de PVC todo retirado e nunca foi feita nenhuma reforma. Tem pais de alunos que nos disseram que hoje tem na escola professores que não tem condições de lecionar seus filhos.

A GANANCIA PELO ROYALLTI
O que aconteceu com a comum idade de Pimental, foi que com a implantação do projeto Hidreletrico TAPAJÓS, os municípios do entorno vão ganhar royallti, porém, isto quando ocorrer o alagamento das terras situadas dentro dos município. Só que o prefeito Danilo Miranda, na euforia e ganancia de receber royallti, invadiu a comunidade, chegando ao confronto com a comunidade, e usando algumas lideranças, que se venderam, travou um briga com os comunitários.
Em varias reuniões, a maioria dos comunitários, sempre se manifestaram em permanecer no município de Itaituba, inclusive a empresa Dialogo, responsável pelos estudos sociais do Tapajós, tem varias atas de reuniões onde a maioria esmagadora, escolheu terras do município de Itaituba para a construção do Novo Pimental, quando alagar a atual comunidade.
Mas, nada disso foi respeitado pelo prefeito e seus seguidores, que, apesar de a comunidade está localizada dentro do território do município do Trairão, quem sempre manteve saúde, educação, infraestrutura e etc no Pimental, foi o município de Itaituba. Vários prefeitos que já passaram pela administração do município de Trairão,  nunca brigaram com os comunitários de Pimental, como fez o atual prefeito, Danilo Miranda.
O Município do Trairão, sempre recebeu dinheiro pela população do Pimental, mas não tinha compromisso com a manutenção de despesas. Alguns eleitores, transferiram seus domicílios para o Trairão, outros permanecem  com domicilio eleitoral em Itaituba, por tradição.
Pois bem, mesmo tendo assumido a administração da comunidade de Pimental, Trairão ainda não recebe nenhum centavo pelo numero de alunos que estudam na escola daquela comunidade, já que o censo escolar para este cadastro só ocorrerá agora em Outubro e passar a valer para o ano que vem.

Enquanto isto, parte da comunidade se dividiu. Algumas famílias se transferiram para Itaituba, outras permanecem ali, aguardando o desenrolar do futuro, mas uma coisa é certa, a grande maioria quer a construção de uma Nova Pimental nas margens esquerda do Rio Tapajós, em terras  no município de Itaituba. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário