RIO TAPAJÓS

terça-feira, 4 de agosto de 2015

PREFEITA VAI À CÂMARA E TENTA CONVENCER VEREADORES

A sessão de abertura da Câmara Municipal de Itaituba nesta manhã foi marcada pelo discurso da prefeita Eliene Nunes, que tentou se defender da situação caótica que Itaituba está vivendo. A prefeita chegou após o pronunciamento do vereador Peninha e aproveitou o momento para alfinetar os vereadores, que deveriam junto aos seus deputados trazer recursos para o município de Itaituba. O seu discurso foi mais direcionado ao vereador Nicodemos Aguiar, irmão do deputado estadual Hilton Aguiar e do federal Francisco Chapadinha. Como se estivesse em campanha, Eliene chegou a dizer que pelo que tem feito ela está habilitada a ser candidata à reeleição.

A prefeita Eliene Nunes, fez um relato de varias obras que estão sendo executadas em Itaituba, como reforma e construção de postos de saúde, creches, quadras polivalentes e reforma de escolas. Tudo com recursos do governo federal.
Uma das  infelicidades da prefeita Eliene Nunes, foi afirmar que atende em sua casa e não na prefeitura. Quem a procurar na casa dela, Eliene atende. Disse que se algum vereador procura-la em sua casa ela o recebe. Ficou caracterizado que a prefeita não tem lugar publico para atender, já que fechou a prefeitura e abriu um gabinete, onde dificilmente se faz presente.
Com plenário ocupado pelos assessores que foram em massa para aplaudir a “patroa”, a prefeita saiu atirando pra tudo que é lado. Chegou a desafiar as pessoas dizendo que ninguém, nenhum prefeito de Itaituba, fez alguma obra com recursos próprios. Demonstrou desconhecer nossa historia, pois o então prefeito Wirland Freire asfaltou varias ruas de Itaituba com recursos próprios.
O vereador Peninha, antes da gestora chegar já havia se pronunciado, quando fez severas criticas a prefeita Eliene Nunes. Acusou a prefeita de ter abandonado Itaituba. Ressaltou que os buracos e o lixo tomam conta das ruas da cidade fazendo com que os urubus e o mal cheiro se proliferem na cidade. A reclamação é geral na cidade, os urubus dividem espaço com as pessoas, virou uma rotina a permanência de urubus nas ruas de Itaituba. A empresa que coletava o lixo suspendeu os serviços por falta de pagamento. O município devia para a empresa mais de R$ 1.600.000,00.
Peninha disse que outro problema é a questão da iluminação publica que não tem justificativa, pois de taxa de iluminação publica a prefeitura arrecada mensalmente em torno de R$ 500.000,00. As ruas permanecem escuras, onde está sendo aplicado este dinheiro?
O vereador Peninha, que calou a boca dos assessores, disse que a prefeita Eliene Nunes não tem como justificar a falta de dinheiro nos cofres públicos, pois mensalmente Itaituba está arrecadando em torno de R$ 19.000.000,00 e ninguém sabe onde está sendo usado este dinheiro. Hoje, a prefeitura só paga o salario dos servidores e mesmo assim ninguém sabe o valor verdadeiro desta folha de pagamento, que é escondida pela prefeita.
Tudo o que está sendo feito, destacou Peninha, quando não é com dinheiro federal, estadual, é ajuda de empresários, como da ATAP e cooperativas de garimpeiros. Então, não adianta a prefeita tentar tapar o sol com a peneira dizendo que está trabalhando muito. Precisa prestar contas para o povo do que está fazendo com este montão de dinheiro que Itaituba está recebendo mensalmente, concluiu Peninha.
Os demais vereadores de oposição também criticaram a gestora pelo abandono do município, alguns aliados tentaram defende-la, mas em vão, porque a realidade que vivemos hoje é a prova concreta de como está Itaituba hoje.


Nenhum comentário:

Postar um comentário