RIO TAPAJÓS

domingo, 1 de março de 2015

PENINHA VISITA FRIGORIFICO FRIARA



Na manhã de hoje, juntamente com outros colegas vereadores (João Paulo, Isaac Dias, Iamax Prado, Dadinho Caminhoneiro, Orismar Pereira Gomes e Wescley Aguiar) estive visitando as dependências do Frigorifico FRIARA. O frigorifico fica localizado na Rodovia Transamazônica, à margem direita, altura do Km 20, trecho Itaituba-Jacareacanga. Ali fomos recebidos pelo proprietário João Altevi do Prado, que nos mostrou detalhadamente as dependências do frigorifico.


Em entrevista ao Blog do Peninha, João Altevi começou dizendo que não tem, na ponta da caneta, somado quanto já gastou na instalação do seu frigorifico, mas afirmou que já gastou muito e ainda está gastando, e quando o frigorifico estiver pronto, as despesas vão ficar em torno de R$ 10 milhões de reais. Não estou abrindo meu frigorifico para fechar o outro, pelo contrário, tem que funcionar os dois frigoríficos ou mais para melhorar o atendimento da população, ressaltou o empresário.
O empresário João Altevi disse que hoje tem condições de cada um dos frigoríficos abaterem 50 cabeças de boi. A diferença do nosso frigorifico para o outro, é que nós vamos entregar tudo do boi para o dono que pelo abate vai pagar apenas R$ 50,00 por cabeça.
Hoje a carne está mais cara porque no abate, o frigorifico fica com parte do boi, ai se o boi tem 200 quilos, o dono do boi recebe menos do peso, por conta de que parte do boi é fica ali, partes como o bucho, fígado,  coração e etc.
Este fato fechou em torno de 15 açougues na cidade, devido o preço da carne entregue pelo marchante. Isto fez aumentar o preço da carne na cidade e hoje o que estamos vendo é a população comendo mais galeto, peixe do que carne bovina. Para se ter uma ideia, o outro frigorifico está abatendo em torno de 35 cabeças de boi por dia, num município como Itaituba, que outrora abatia mais de 100 cabeças, lembrou Altevi do Prado.
Mas estamos aqui para somar no ramo. Não queremos derrubar ninguém. A partir do funcionamento do nosso frigorifico, espero que o preço da carne baixe, ou pelo menos não aumente como vem acontecendo, revelou Altevi.
O funcionamento do Frigorifico Friara está dependendo agora da Secretaria Municipal de Agricultura do Município, que precisa dar o aval. Pelo que vimos ali, apesar de sermos leigos no assunto, a estrutura parece ter respeitado as normas exigidas pelos órgãos. Com este novo empreendimento, quem vai ganhar é Itaituba, porque, além de comer uma carne saudável, o frigorifico vai gerar em torno de 55 empregos diretos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário