RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

PENINHA PEDE MAIS RESPEITO DO PODER EXECUTIVO COM O LEGISLATIVO

Na sessão de posse da nova mesa diretora da Câmara de Itaituba, realizada nesta sexta feira, o vereador Peninha, usando a tribuna na presença da prefeita Eliene Nunes, pediu mais respeito do Poder Executivo com o Poder Legislativo.
O vereador Peninha lembrou que dezenas de requerimentos e projetos de leis foram votados em 2014 pela Câmara e enviados para o Poder Executivo, que até hoje não se pronunciou, nem sequer acusando o recebimento. Isto é uma falta de respeito com a Câmara. Classificou o edil.
Sobre o município de Itaituba, Peninha disse que o ano de 2014 foi um dos piores, pois o município não cresceu nem melhorou a vida da população. O comércio está reclamando de uma recessão e em comparação ao ano de 2013, o movimento foi bem menor em 2014. Muita gente está indo embora e outros fechando seus negócios, por conta da crise que estamos vivendo em Itaituba, apesar do tão propalado futuro da região, com a chegada de grandes investimentos.
Vereador Peninha com Vereador Cebola Presidente da Câmara
Já se passaram dois anos, metade do mandato da prefeita Eliene Nunes e Itaituba não melhorou nada, só aumentam os problemas, ressaltou Peninha. Itaituba precisa da gente! Esta casa tem que dar uma resposta à população, que nos cobra uma postura de independência do poder executivo. Temos que fazer alguma coisa para que a imagem deste poder melhore junto à opinião pública, porque do contrário, quando um de nos vereadores for pedir voto para a reeleição, qual será nossa cara? indagou Peninha.
Peninha lembrou em seu discurso sempre que um prefeito assume o mandato ou um presidente de Câmara, não  deve mexer com o dinheiro de convênio, verbas federais, dinheiro de programas e brincou dizendo ao secretario de administração, Francisco Erisvan Bezerra, que o dinheiro para gastar, para um bom entendido, é o dinheiro da arrecadação própria e do ICMS. Também disse que a partir de agora, acabou a “farra do dinheiro do patronal da previdência”. Prefeito ou Presidente de Câmara que não recolher vai ter suas contas rejeitadas, afirmou Peninha.
O edil encerrou seu pronunciamento afirmando que o Poder Legislativo não pode e não deve ser subserviente ao Poder Executivo. Temos que ser independentes, porém harmoniosos com os demais poderes. Hoje, o que estamos vendo é uma extensão do poder executivo aqui no legislativo e enquanto estivermos assim, vamos pagar caro, concluiu Peninha.
Os demais vereadores, que usaram a palavra endossaram as palavras do vereador Peninha. Manoel Diomar Santos Figueira, disse que  a prefeita precisa dar mais atenção aos vereadores. Estamos hoje sendo maltratados. Lembrou que vários requerimentos apresentou e até hoje o Poder Executivo não mandou sequer resposta de algum. Isto é uma falta de respeito com a gente, que defende tanto o Poder Executivo, destacou Diomar.
A vereadora Célia Martins, vice líder da prefeita na Câmara, foi além. Disse que a prefeita precisa melhorar seu tratamento com os edis. Disse que a Câmara é muito criticada, principalmente ela (vereadora) por defender com unhas e dentes a prefeita e este tratamento não tem sido reciproco. O que estamos vendo, é uma prefeita longe de nós vereadores e isto não é bom para o município. Gostaríamos prefeita, disse Célia olhando para Eliene Nunes, que a senhora tratasse melhor, dando mais atenção a nós vereadores. Onde a senhora estiver que nós vereadores possamos estar junto, finalizou Célia.
A vereadora Maria Pretinha fica mais perto dos vereadores. Temos defendido muito a senhora nesta casa de leis, nos quatro cantos deste município, mas precisamos ser mais bem tratados pelo poder executivo, disse Maria Pretinha. Hoje, pagamos caro por defender seu governo.
Vereador Nicodemos de Aguiar
O vereador Nicodemos Aguiar, lembrou da frase dita pelo vereador Peninha: “Não adianta tapar o sol com a peneira”, afirmando que Itaituba está boa. Estou aqui para defender não a senhora prefeita, mas para defender a população, para isto fui eleito. Destacou que tanto a cidade como o interior estão abandonados e pediu para a prefeita Eliene Nunes determinar a recuperação da ponte da Maria Joana, na vicinal do União, que não oferece as mínimas condições de trafegabilidade. Se a prefeita está ruim, nós vereadores vamos estar ruins, lembrou Nicodemos. Por isto, ressaltou o edil, precisamos fortalecer o Poder Legislativo, independente do executivo e fiscalizarmos a ação da prefeita. Como vamos pedir voto em 2016, se nossa imagem não melhorar, indagou Nicodemos.
A prefeita Eliene Nunes usando a palavra, reconheceu uma coisa: “ se não avançamos nestes dois anos de mandato, mas também não recuamos”. Em seguida destacou a postura do vereador Peninha, mandando um recado para seus aliados. Eliene não gostou nada dos pronunciamentos dos vereadores que lhe antecederam, que criticaram sua postura junto aos vereadores aliados. Eliene destacou que Peninha quando está do lado, é do lado.
A prefeita também destacou as palavras do vereador Peninha, lembrando que quando Roselito Soares era prefeito, disse, textuais: Roselito, dinheiro do FUNDEF, dinheiro de convênios, dinheiro federal, não se mexe.
Tentou defender sua administração, dividindo a responsabilidade de execução com os governos estadual e federal, que também tem sua parcela de culpa do que falta ser feito em Itaituba. Pediu a todos a união, que já havia sido solicitado pelos que lhe antecederam.
Encerrou seu pronunciamento concordando com as palavras do vereador Peninha, se não fizermos nada em 2015, o município de Itaituba vai estagnar. Precisamos nos unir. Precisamos estar juntos, concluiu Eliene Nunes.
Antes de encerrar seu discurso reconheceu as dificuldades de seu relacionamento com os vereadores e prometeu melhorar. Disse ao vereador Peninha, que seu gabinete funciona hoje na 13ª Rua. Peninha tinha dito em seu discurso que a prefeita não tinha nem local para atender.

Entretanto o discurso da prefeita Eliene Nunes não agradou a plenária, a não ser seus aliados que lotaram a plateia. Uma coisa ficou caracterizada e que foi patente na sessão. Todos os vereadores aliados reclamaram do tratamento da prefeita com os vereadores e ela própria reconheceu. Como também considerou os vereadores de oposição na Câmara, Peninha, João Paulo Dr. Diniz e Nicodemos Aguiar. Disse que são adversários, mas não são seus inimigos e espera contar com eles para ajudar Itaituba, concluiu Eliene Nunes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário