RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

FALTA DE PAGAMENTO LEVA CELPA A CORTAR NOVAMENTE A ENERGIA DE LOGRADOUROS MUNICIPAIS

Imagem Jr. Ribeiro
Já virou rotina na administração da prefeita de, Eliene Nunes os constantes cortes de energia elétrica pela Rede Celpa dos logradouros públicos municipais de Itaituba. Na manha de ontem Funcionários da Rede Celpa cortaram a energia elétrica de vários logradouros públicos municipais (17) devido o município não ter pago a conta do mês de Novembro de 2014. O débito está estimado em R$ 280.000,00.

A tarde, a administração municipal fez uma negociação com a Rede Celpa para religar a energia dos logradouros, pagando parte do débito. Entretanto, hoje ficou de quitar o restante da conta do mês de Novembro. Caso até o final do dia de hoje, o município não cumpra o acordo, amanhã, novamente será cortado o fornecimento de energia para estes logradouros públicos municipais de Itaituba.

O município consume mensalmente em torno de R$ 280.000,00 de energia elétrica em todos os logradouros municipais, como postos de saúde, escolas, aeroporto, SEMINFRA, SEMDAS, PREFEITURA, EDUCAÇÃO, SAUDE, USINA DE ASFALTO e ainda os prédios que foram alugados pelo município para funcionar os diversos setores da administração municipal.
Porém, a falta de gestão da prefeita Eliene Nunes, tem levado constantemente os cortes de energia elétrica dos logradouros municipais por falta de pagamento. O próximo corte, já está previsto, caso o município não pague o consumo de energia elétrica referente ao mês de Dezembro de 2014.


Por outro lado, o município recebe de taxa de iluminação pública, que o consumidor paga para a Rede Celpa no talão de energia em torno de R$ 400.000,00 mensalmente. Paga de consumo pela energia de iluminação publica a Rede Celpa R$ 115.000,00. Este dinheiro da taxa de iluminação publica é para aplicar no melhoramento deste sistema de iluminação publica, o que não vem ocorrendo nos últimos meses, já que a cidade esta com vários pontos as escuras. No interior, tem locais que nem foi instalado pontos com lâmpadas de iluminação publica, mas os consumidores estão pagando a taxa, como é o caso de moradores da Comunidade de Campo Verde e de vicinais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário