RIO TAPAJÓS

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

ATÉ O FINAL DO MÊS DE JANEIRO AEROPORTO DE ITAITUBA DEVE REABRIR

Quem garantiu foi a Procuradora do Município de Itaituba, Naya Fonseca, durante reunião com os vereadores na manhã de hoje na Câmara de Itaituba. A Procuradora esteve representando a Prefeita Eliene Nunes que está viajando, que foi convidada pelos vereadores para discutir a reabertura do Aeroporto Municipal de Itaituba.
Estiveram presentes a reunião, representantes de agencias de viagens, empresas aéreas e de hotéis de Itaituba, além de vereadores e a imprensa.

Primeiramente os representantes de agencias de viagens falaram quando criticaram a administração municipal de até hoje não ter dada a uma solução para o fechamento do aeroporto. Afirmaram que estão sendo obrigados a cancelarem a vendas de passagens que fizeram para o mês de Fevereiro. Os representantes de hotéis, estão preocupados com o cancelamento de reservas, pois desde o fechamento do aeroporto municipal, caiu o movimento nos hotéis da cidade. Reclamaram que até hoje o município não deu qualquer explicação sobre o futuro do aeroporto e com isso eles não tem o que informar aos seus clientes.
Para o vereador Peninha, aquele era um momento importante, porque faziam 30 dias que o aeroporto está fechado e a administração municipal ainda não tinha dado qualquer explicação da reabertura daquele logradouro. O vereador disse que não justificava a administração municipal dizer que o valor arrecado não é suficiente para manutenção do aeroporto. Pediu que a Procuradora do Municipal encaminhasse a Câmara de Vereadores uma planilha com os valores arrecadados e os valores gastos na manutenção do aeroporto. No final o edil sugeriu que o aeroporto municipal de Itaituba fosse PRIVATIZADO. Peninha lembrou, que mais uma vez a Prefeita deixa para os outros resolverem os problemas do município. Mais uma vez empresários portuários vão comprar e doar equipamentos para Itaituba.
A Procuradora do Município, advogada Naya Fonseca, afirmou que o município tem prejuízo com a administração do aeroporto, mas não mostrou os números para confirmar o que disse. O município gasta mais do que arrecada no aeroporto, continuou a advogada.

Naya também disse que a administração, reconhecendo que não tinha condições financeira de resolver a questão do aeroporto buscou parceria. Como o município tem um convênio com a ATAP – Associação dos Transportadores Portuários fez uma revisão no convênio, abrindo mão do investimento de R$ 400.000,00 na estrutura do aeroporto, para com parte deste dinheiro, comprar os equipamentos necessários para que a ANAC libere o funcionamento do aeroporto de Itaituba. O restante do dinheiro vai ser aplicado na melhoria daquele logradouro.
A Procuradora garantiu que a ANAC prometeu a liberação do aeroporto, caso a administração compre os equipamentos exigidos para a Sessão Contra Incendido. A advogada voltou a afirmar que a ATAP já comprou parte dos equipamentos e que até o final deste mês, o aeroporto de Itaituba estará liberado para  pouso e decolagem de aviões de médios e grandes portes. Chegou a marcar para o dia 27 deste mês a reabertura do aeroporto de Itaituba.

Os empresários estão preocupados com o fechamento do aeroporto, porque dia 4 de Fevereiro haverá uma audiência publica em Campo Verde para liberar as licenças previas da construção de três portos. Dezenas de empresários estarão em Itaituba e caso o aeroporto ainda esteja fechado, a audiência pode ser prejudicada. As empresas que vão construir portos em Santarezinho são a Ordebrecht, Cianport e Berttollini.

Nenhum comentário:

Postar um comentário