RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO VAI A CÂMARA E NÃO EXPLICA A FALTA DE MERENDA NAS ESCOLAS

Peninha sabatinando a secretaria
Atendendo convocação apresentada pelo vereador Peninha e aprovada por UNANIMIDADE pelos vereadores a Secretaria de Educação de Itaituba, Uzalda Miranda esteve nesta manhã na Câmara. O plenário da Câmara ficou lotado de servidores lotados na SEMED, que em massa foram manifestar apoio a sua chefa. Durante cerca de 25 minutos, a Secretaria usou a tribuna , quando falou  sobre sua pasta, mas em momento algum falou sobre os motivos da falta de merenda nas escolas e quais a providencias que estão sendo tomadas para evitar este problema.
Em seguida, foi franqueada a palavra aos vereadores. O autor da convocação, vereador Peninha, perguntou para a Secretária porque estava faltando merenda nas escolas. A secretaria enrolou e não justificou, pelo contrário, não é do seu conhecimento a falta de merenda. Uzalda tentou mostrar que  desconhece a falta de merenda nas escolas municipais de Itaituba, mas o vereador Peninha insistiu e disse para a secretaria que só ela que não sabe que falta merenda, pois é publico e notório, todos os dias a imprensa publica reportagens da falta de merenda nas escolas. E mais, disse o edil, o Conselho da Merenda escolar já constatou este problema, quando visitou varias escolas da rede municipal.
Professora Uzalda Miranda
Peninha perguntou se o município estava entrando com sua parte, a contrapartida, na compra da merenda e a secretária desconversou alegando que se o valor do repasse pela União foi de R$ 2.254.575,60 e foi gasto R$ 2.556.330,30, então é claro que deve ter tido a participação do município. Porém, o Conselho detectou que durante o ano de 2013 e na prestação de contas do primeiro quadrimestre deste ano, 2014, não consta a aplicação da contrapartida do município na compra de merenda escolar. Outro fato que comprova a não aplicação da contrapartida do município, é o debito que o governo municipal tem com os fornecedores.
O vereador Peninha perguntou para a Secretaria se a administração municipal está recolhendo corretamente a previdência, parte do patronal,  foi respondido que no que cabe a sua secretaria está sendo pago. Então o edil pediu que fosse encaminhado a Câmara a comprovação deste recolhimento, já que o município está INADIMPLENTE com a previdência social.
Servidores da SEMED no plenario
O que mais era esperado pelos professores, o vereador Peninha perguntou para a Secretária de Educação se o Governo ia fazer rateio do dinheiro da educação com os professores, a secretária, que também é professora, respondeu com os seguintes questionamentos: COMO VAMOS RATEAR? RATEAR O QUE, SE NÃO TEMOS DINHEIRO?
Antes de encerrar seu tempo, o vereador Peninha pediu para que a Secretária de Educação tome providencias, com apuração rigorosa no roubo do livro de atas de reuniões do Conselho Municipal de Merenda Escolar de Itaituba. Quem teria interesse no desaparecimento deste livro e qual os motivos, esta é a pergunta que está no ar e precisa de resposta. O livro sumiu de uma das salas da secretaria de Educação, onde funciona o Conselho da Merenda Escolar.

Na realidade, a presença da Secretária de Educação na Câmara foi para cumprir o protocolo. O que se viu foi apenas um vereador, Peninha, cobrando da secretária varias soluções de problemas, como falta de merenda, recolhimento do pagamento patronal dos servidores, rateio e etc. O vereador Dirceu Biolchi,  também criticou o governo pelas obras paradas da construção da escola e da quadra polivalente de Moraes Almeida. Segundo o edil, há quase dois anos as obras estão paradas pela administração da prefeita Eliene Nunes. O vereador Isaac Dias, também cobrou da secretária municipal de educação um plano na construção dos poços nas escolas municipais, tanto da cidade como do interior, pois em varias escolas as obras começaram e estão paradas. Os outros vereadores, que usaram a palavra somente teceram elogios à secretaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário