RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

GOVERNO DO ESTADO PENALIZA REGIÕES DO TAPAJÓS E CARAJÁS

Usando a Tribuna da Câmara Municipal de Itaituba na manhã desta quarta feira, o vereador Peninha denunciou o Governador do Estado, Simão Jatene de está penalizando as regiões do Tapajós e do Carajás por ter perdido as eleições nestas duas regiões.
Peninha acusou o governador Simão Jatene de está vingando o resultado das ultimas eleições, quando reduz o orçamento do Estado para estas regiões. Disse o edil, que no orçamento do Estado para o ano de 2015, encaminhado para a Assembleia Legislativa pelo Governador, este penaliza estas regiões quando diminui os valores orçamentários de aplicação de recursos do Estado para 2015.

O vereador afirmou que no ano de 2014, a região do Carajás teve um orçamento de R$ 1.024.903,825,00, que representa 8,88% do orçamento do Estado e para o ano de 2015, a previsão é de R$ 438.228.227,00, que representa 2,68% do orçamento. Houve uma redução de R$ 586.675.598,00, que representa o corte de 57,24% do orçamento em comparação de 2014 com o ano de 2015.
O mesmo aconteceu com a região do Tapajós, ressaltou o vereador Peninha. No ano de 2014, a região do Tapajós teve um orçamento de R$ 163.486.445,00, que representa 1,42% do orçamento do Estado. Já para o ano de 2015, a região do Tapajós tem como orçamento R$ 108.220.689,00, que representa o,66% do orçamento. O corte foi de R$ 55.265.756,00, que representa 33,80% do orçamento, comparando o ano de 2014 com o ano de 2015.
Enquanto isto, lembrou Peninha, a região Metropolitana (Belém-Ananindeua, como foi a região onde o Governador obteve sua reeleição, a fatia foi bem maior para o ano de 2015. Em 2014, a região metropolitana recebeu R$ 5.952.913.279,00, que representa 51,59% do orçamento do Estado. Já para 2015, o valor é de R$ 11.720.321,615,00, que representa 71,57% do orçamento. O aumento foi de R$ 5.767.408.336,00, que representa um aumento de 96,88%,concluiu Peninha.

Isto é uma discriminação. Isto é uma falta de respeito com estas regiões. Esta atitude do Governador Simão Jatene só revolta mais as populações destas regiões e hoje, não se faz mais politica com ódio ou com vingança, disse Peninha. O governador pode ter perdido as eleições nestas regiões e agora era o momento de conquistar a simpatia destas populações, mas o que se ver é que cada ação do Governo do Estado, distancia mais o Tapajós e Carajás de permanecer no Estado do Pará, finalizou o vereador Peninha

Nenhum comentário:

Postar um comentário