RIO TAPAJÓS

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

ASSALTOS TOMAM CONTA DE ITAITUBA

Todos os dias são registrados vários assaltos na cidade. Os bandidos não estão mais escolhendo suas vitimas. Até as famílias mais humildes estão sendo vitimas da ação dos bandidos, que perderam o medo da policia, agindo a qualquer hora e em qualquer lugar.
Na noite de ontem sexta feira, tive a oportunidade de ver o estado de desespero de dois casais vitimas de assaltos. Um, o casal dono do Supermercado Paraíba.

Por volta das 19:30, o empresário chegava em sua residência, quando foi abordado na escada por dois assaltantes. Um armado de uma pistola, anunciou o assaltou e mandou que o empresário deitasse no chão. Em seguida levou sob mira da arma o comerciante até o interior da casa, onde sua esposa se encontrava tomando banho. Momento que o outro assaltante apanhou na cozinha da casa uma faca e ordenou que a mulher saísse do banheiro, ameaçando degolá-la se agisse.
 Sob a mira do revolver na cabeça, os bandidos ordenaram que o empresário abrisse o cofre. Remexeram toda a casa atrás de dinheiro e joias. No assalto os dois bandidos levaram o dinheiro do movimento do comércio, em torno de R$ 2.500,00, uma pulseira de 100 gramas de ouro, um cordão, um relógio e as alianças do casal, além das chaves do comercio e os cartões empresarial e pessoal do comerciante.
DECEPÇÃO DAS VITIMAS
Logo após o assalto estive com o casal na delegacia de policia para registrar o BO-Boletim de Ocorrência. Ali apenas um escrivão e um investigar se encontravam e sentados no banco, aguardando a vez para registrar queixa, um casal, que também foi vitima de assalto. O casal mora na 3ª Rua do Bairro Bela Vista, atrás da Escola Fernando Guilhon. Por volta das 19:00  horas dois rapazes numa moto Bros pararam em frente a casa do casal e um de faca em punho entrou na casa e rendeu a família, colocando a faca no pescoço da filha de 12 anos do casal e levou o celular. O casal procurou também a delegacia de policia para registrar queixa.
Ficamos na delegacia algum tempo e vendo que não éramos atendidos me dirigi ao escrivão e disse que precisávamos registrar um BO de um assalto que foi praticado. Ele nos respondeu que o sistema estava fora de área.
Vendo, que ali não íamos conseguir apoio, nos dirigimos para o Quartel do 15º BPM-Policia Militar. Encontramos ali apenas dois militares. Pedi para falar com o oficial de dia. Ele estava para rua. Então perguntei se havia algum graduado no quartel. Foi chamado um oficial que não estava de serviço, que nos atendeu, quando relatei a ele os dois assaltos. Cobrei dele mais rigor na investigação e ele mandou que o militar de plantão entrasse em contato com as viaturas e comunicasse os assaltos.
Fui informado que apenas duas viaturas da PM estão rodando. As demais estão quebradas. O oficial que me atendeu, negou, mas afirmou que falta contingente (policiais), pois a quantidade de militares lotados no 15º BPM é insuficiente para atender a necessidade.
Vi nos rostos das pessoas a grande decepção com a nossa segurança. Eu próprio pude presenciar o descaso com as vitimas de assaltos, que não acreditam mais na policia, por isso, as vitimas de assaltos  não procuram mais a policia para registrar queixa.
É lamentável o que vi, acompanhando as vitimas de assaltos. É uma vergonha, as pessoas, desesperadas, procuram quem deveria dar segurança e ver seus direitos desprezados.

Realmente Itaituba vive um dos piores momento de sua historia, onde a bandidagem está tomando conta e a população acuada sem ter para onde recorrer seus direitos e quando procura não é atendida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário