RIO TAPAJÓS

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

ITAITUBA: MUNICÍPIO GASTOU MAIS QUE ARRECADOU

Contador da Prefeitura de Itaituba
A administração municipal de Itaituba apresentou nesta quarta feira, em audiência pública na Câmara, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, as contas relativas ao quadrimestre de 2014. A prestação de contas foi apresentada pelo contador do município Anfrisio Augusto Nunes e a audiência contou com a presença dos vereadores Wescley Aguiar, Maria Pretinha, Peninha e João Paulo, além de Secretários municipais, diretores e servidores do município.
Vereador Peninha e João Paulo

Um dos pontos mais questionado pelo representante do município foi o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. O município de Itaituba, segundo o contador Augusto está hoje com sua folha de pagamento apenas 0,24% do limite máximo determinado pela LRF, que é de 54,00%. No acumulado, de Agosto de 2013 até agosto de 2014, a folha de pagamento foi de R$ 90.402.832,05, que dividido por 13 meses (incluído o 13º salario) mensalmente a folha está em torno de R$ 6.900.000,00.
 Outra preocupação apresentada foi com relação a aplicação correta dos percentuais exigidos pela Lei, com relação a Saúde e Educação. Ele garantiu que o município, aplicou mais do que o obrigatório.

O que mais chamou a atenção dos vereadores de oposição na prestação de contas foi a colocação do contador que revelou que o município gastou mais que arrecadou. O município no 2º quadrimestre arrecadou R$ 109.628.408,04 e gastou, pelo menos esta empenhado como despesas contraídas, R$ 115.576.312,37. Ai vem o questionamento. Estes gastos foram onde, já que nada funciona neste município. Maquinas sucateadas. Na saúde falta medicamentos. Ruas com buracos, lama e poeira, pontes caindo, escola sem merenda escolar, obras inacabadas. Servidor com salário atrasado. Esta é a realidade de Itaituba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário