RIO TAPAJÓS

terça-feira, 14 de outubro de 2014

CÂMARA DISCUTE VIOLENCIA EM ITAITUBA

A Câmara Municipal de Itaituba reuniu nesta manha para discutir com autoridades e segmentos da sociedade a violência no município. A sessão foi presidida pelo vereador PENINHA, autor da convocação da sessão e contou com a presença de varias autoridades, entre elas a Presidente da Subsecção da OAB em Itaituba, Cristina Bueno; Diretor do Detran, Junior Pires; Presidente do CDL, Davi Menezes, representante do Conselho Tutelar e da COMTRI.

O vereador PENINHA disse que o objetivo da reunião era discutir a segurança em Itaituba, citando que a população diariamente procura os vereadores para denunciar assaltos, furtos e agressões, sem que haja a punição dos criminosos, que são presos e em seguida soltos.

Para a Presidente da OAB, Cristina Bueno, a violência é generalizada, Citou o fato de ter ligado para o SAMU pedindo socorro e o atendimento só chegou 30 minutos depois, quando o paciente estava quase morto. A representante da AOB também denunciou a delegada da mulher, Dra Suelen, de omissão por não tomar providencias quanto aos casos de estupro e de agressões que mulheres sofreram. A advogada disse que denunciou em Belém o descaso da delegada da mulher de Itaituba.
Os vereadores Isaac Dias e Iamax Prado foram unanimes em criticarem a ausência de representantes das policias civil e militar na reunião. Para os vereadores, que preferiram não falar na reunião, a Câmara deve criar uma comissão de vereadores junto com
segmentos da sociedade, ir a Belém e denunciar este estado de violência que Itaituba vive hoje.

O vereador Iamax chegou a dizer que o comercio de um amigo seu, localizado no Residencial MINHA CASA, MINHA VIDA, em um mês foi assaltado 4 vezes. Também lembrou Iamax que diariamente recebe denuncia de vitimas que foram assaltadas e levados os seus celulares. As pessoas nem mais procuram a policia para se queixar, ressaltou o edil.
O vereador Antônio Lopes, Toninho Piloto, foi mais contundente em seu pronunciamento. Disse que está preocupado com as drogas, pois está havendo um grande derrame em Itaituba. Disse que dias atrás, sua filha de 7 anos, lhe disse que havia chegado droga em Itaituba, Toninho ficou surpreso e perguntou como ela sabia, sua filha disse que outro dia ouviu dois homens conversando, quando um deles disse que o aviso da chegada de drogas era dado através de fogos (pistola de artifícios).O edil disse que não entende como as crianças sabem que chegou droga, onde vende drogas e a policia não sabe.

A vereadora Celia Martins lembrou que dois irmãos seus já foram assaltados, mas o que mais preocupou a vereadora foi que  um dos seus irmãos foi assaltado na colônia. Célia disse que os bandidos não estão agindo apenas na cidade, mas no interior. Nem no interior, nossa família tem mais sossego, frisou a vereadora.
O vereador Orismar Pereira disse que a falta de segurança de Itaituba está amedrontando a população. Nossa população vive sobressaltada, pois a gente houve diariamente conversas de assaltos, roubos e etc. em nossa cidade.
O vereador Dirceu denunciou o derrame de drogas em Moraes Almeida. Criticou a policia que sabe quem vende a droga, mas não prende. Nossos jovens estão usando drogas direto ali e drogados eles passam a assaltar para poder comprar o produto.

O representante da COMTRI, Jean Carlos, criticou a ausência do Ministério Público e classificou de omisso com relação a questão do trânsito. Disse que o MP deveria ser mais presente porque é ele que tem que denunciar os crimes de trânsito. Disse que o serviço do órgão poderia ser bem melhor, mas não está sendo porque falta apoio dos demais órgãos. Lembrou que outro dia os guardas da COMTRI tiveram que passar três dias indo para delegacia de policia para registrar um BO. Também Jean disse que outro dia em uma blitz flagraram um menor de 9 anos dirigindo carro.

Davi Menezes, Presidente do CDL, lembrou que na rua da sua casa também tem ponto de drogas e que a policia sabe, mas até hoje nada fez. Continuando, o represente do CDL disse que os comerciantes de Itaituba vivem em uma insegurança muito grande, porque todos os dias são assaltados. Porém, Davi fez questão de lembrar que viajou alguns dias (07)dias  e quando chegou soube que seu filho de menor pegou seus carro durante 4 dias para ir a escola. Todo risonho, Davi confessou que deu uma surra no filho, como forma de repreendê-lo.

A representante do Conselho Tutelar, Maria José de Barros, foi quem mais falou. Disse que é muito difícil o trabalho das conselheiras, mas nem por isso não o fazem. Afirmou que antigamente não tinham veiculo, e hoje eles tem um carro, mas não tem combustível para realizar o trabalho. Mesmo assim, Maria José mostrou um relatório com os casos resolvidos pelo Conselho Tutela, criticou a policia civil no trabalho de atendimento dizendo que quando as conselheiras procuram a delegacia de policia para fazer algum procedimento é muito difícil a noite ter alguém de plantão para fazê-lo e isto dificulta o trabalho do conselho, garante Maria José. Alegou que tem casos na policia, como um de abuso sexual que já faz um ano e até hoje o inquérito ainda não foi concluído. Prosseguindo, disse também que a policia sabe onde é a “boca de fumo”, mas que nada faz para acabar.
No final, ficou acertado que uma comissão de vereadores junto com segmentos da sociedade vai a Belém denunciar a violência existente em Itaituba e pedir providencias do Secretario de Segurança Pública, Luiz Fernandes. Também, os órgãos de trânsito vão intensificar as blitz nos finais de semana e feriados, com o inicio mais cedo, às 16 horas. Também os órgãos de trânsito vão se reunir com os diretores de escolas para estes proibirem que menores ou pessoas não habilitadas entrem na escola dirigindo moto ou carro.Com relação ao som nos veículos, a Câmara vai encaminhar oficio a SEMMAP pedindo providencias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário