RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 7 de março de 2014

ESPECIALISTAS DEBATE CONTAMINAÇÃO POR MERCURIO


Será realizado em Belém, na próxima semana, o II Simpósio Internacional Sobre Impactos do Mercúrio no Ambiente e na Saúde Humana. O encontro é promovido pelo Instituto Evandro Chagas, em parceria com Instituto Nacional para Doença de Minamata, Jica, Laboratório Internacional de Mercúrio e pela cidade de Minamata, todos do Japão.
O evento pretende incentivar a troca de experiência sobre pesquisas em relação à contaminação com o mercúrio e impactar as politicas públicas para esse assunto na Amazônia. Desde 1992, o mundialmente conhecido instituto de pesquisa estuda índices de exposição ao mercúrio das comunidades que vivem na Amazônia continental. As pesquisas apontam áreas em que os moradores apresentam altos índices, outras com índices intermediários e outras ainda com índices normais. Os índices geralmente são altos nos territórios com atividades garimpeiras, que usam o mercúrio, segundo os estudos. Mas há casos gravíssimos, como no Acre, onde não há atividade mineradora, e que foram achados indivíduos com taxas de mercúrio acima do limite estabelecido pela OMS. (Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário