RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

O PARÁ SERÁ O CAMPEÃO DE CÂNCER EM 2014

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) divulgou na semana passada dados curiosos sobre o câncer no Estado do Pará. Segundo o instituto, em 2014 o Pará terá mais de 8 mil casos de câncer, sendo a maior parte deles, aproximadamente 4.520 novos casos em mulheres. Serão uma média de 24 novos casos de câncer por dia, com destaque para tumores malignos de próstata, mama feminina e colo do útero.

Segundo os pesquisadores do INCA, o índice para este ano de 2014 no Pará é aproximadamente 12% superior ao valor apontado no ano de 2010, intervalo que registrou um aumento de 910 casos novos no ESTADO. Estes dados colocam o Estado do Pará como campeão entre todos os casos previstos à Região Norte, correspondendo a 43,1% do total dos 20.020 casos. O Estado do Amazonas vem em seguida, com a metade da incidência dos casos registrados no Pará e depois vem Rondônia, Tocantins, Acre, Roraima e Amapá.

 Para o INCA, a pobreza é uma agravante no Estado do Pará e nos demais Estados do Norte do Brasil, porém o Pará é mais prejudicado ainda pela falta de programas de controle e de informação junto à população. Os pacientes com suspeita de câncer têm dificuldade na realização dos exames na rede pública para detectar o tumor e com isso tratar logo cedo da doença, já que os hospitais do interior do Estado não possuem equipamentos (mamografia) para a realização deste exame e na rede privada o exame é caro. Por exemplo: um paciente, que com o famoso “toque” foi detectado nódulo é necessário a fazer uma biopsia da próstata e este exame não existe com facilidade na rede pública e na rede privada este paciente vai gastar em torno de R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00. A maioria dos pacientes, quando a doença é diagnosticada já está em estado bem avançado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário