RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

BNDES VAI FINANCIAR PROJETOS PORTUÁRIOS EM ITAITUBA

Na manhã desta quinta feira, dia 21 de Novembro, foi realizado no Auditório da FAI-  Faculdade de Itaituba um seminário sobre o transportes fluvial no Rio Tapajós. O encontro contou com a presença de representantes das empresas que estão e vão construir portos em Miritituba e na região da comunidade de Santarenzinho.Também, participou do seminário, o Diretor de Logístico do Banco Nacional de Desenvolvimento-BNDES, Nelson Tucci, que falou sobre a atuação do banco nos investimentos que estão ocorrendo na região.
O BNDES já está analisando projetos de empréstimos para a região, como para a fabricação de “barcaças” (balsas) e construção dos terminais de transbordos(portos) .Também participou do seminário o Superintendente de Navegação Interior da ANTAQ- Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Adalberto Tokarski, que falou sobre o aumento  do transporte  fluvial pelo Rio Tapajós, quando os portos de Miritituba estiverem funcionando. Ressaltou que vai ocorrer uma mudança muito grande na navegação da região, com empurradores levando e trazendo comboios de barcaças no trecho Miritituba ao Porto de Santarém,  Conde e Santana, no Amapá.A empresa Cianport, já encomendou 42 barcaças, que estão sendo construídas em Belém e no Rio de Janeiro. Cada uma destas barcaças tem capacidade para transportar 2.800 toneladas de grãos. A Cianport vai construir seu porto em Miritituba e vai transportar até o Porto de Santana, no Amapá os grãos, de onde serão exportados para Europa.Além da Cianport, Bunge, Cargill. Hidrovias do Brasil e mais outras empresas vão construir portos de transbordos em Miritituba. Até o final de Fevereiro, estará entrando em operação o primeiro porto construído em Miritituba, no município de Itaituba. O da empresa Bunge, que foi a empresa que primeiro se habilitou para construir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário