RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

SAÚDE DE ITAITUBA SOB SUSPEITA

“COMISSÃO APURA POSSÍVEL DESVIO DE REMÉDIOS DA SAÚDE”
Fontes secretas dão conta que a Prefeita Eliene Nunes não está nada contente com a Secretaria de Saúde, Horenice Cabral. Segundo a mesma fonte, o município vem comprando medicamentos e constantemente vem faltando no hospital municipal e nos postos de saúde de Itaituba.
Diariamente são feitas denuncias o contra o município por falta de medicamentos e exames.
Devido a falta de medicamentos, há suspeita do desvio ou que os fornecedores estão entregando apenas papel e não medicamentos. Por este motivo a Prefeita Eliene Nunes determinou a criação de uma comissão para investigar o possível desvio de medicamentos da saúde do  município de Itaituba.
Por outro lado, diariamente há reclamações contra o péssimo atendimento da saúde, que vai de exames de rotina, ultra sonográfia, endoscopia, RX e cirurgias, tudo isto, hoje é de responsabilidade do município, que não tendo na rede SUS é obrigado a buscar no particular o atendimento, já que a saúde de Itaituba está na Plena.
Hoje pela manhã fui procurado por um Senhor que é hipertenso e estava revoltado, pois tinha ido no posto de saúde e no hospital municipal atrás de medicamento e foi informado que não tinha remédio para hipertensão, assim como também para diabete.
Na noite de domingo foi um sufoco na emergência do municipal. Poucos funcionários para atender uma grande demanda que busca socorro.Quem esteve lá me disse que foi uma correria.Não deveria ter poucos funcionários no hospital, pois como sabemos a Folha de Pagamento  da Saúde é uma das maiores e altíssima.Se em vez de pagar altos salários para médicos que não trabalham e para consultorias que nada fazem para melhorar a saúde da população, com certeza sobraria dinheiro para investir na melhoria da saúde. Muitos destes acidentados foram com vitimas fatal. Somados a isto, a falta de material necessário para atender os pacientes.
 Para piorar mais ainda a situação da emergência, apenas uma ambulância velha, que atendia no Distrito de Campo Verde (Km30) está socorrendo os necessitados, pois as duas ambulâncias do SAMU estão quebradas. Uma há mais de seis meses e a outra há mais de 10 dias. Alguns pacientes foram removidos na ambulância do Corpo de Bombeiro.
O descaso com saúde é tão grande, que irresponsavelmente o município contratou um  rapaz de nome Ivenilson para atender no SAMU. O ocorre que este rapaz nunca fez o treinamento especifico que é obrigatório para trabalhar no SAMU e esta  lá socorrendo vitimas sem preparo adequado. Claro que ele não tem culpa.
O que se ver é a falta de compromisso com a saúde, porque dinheiro tem. O que falta é gestão, por isso a saúde está de mal a pior. Hoje já se ver carros volante rodando na cidade pedindo ajuda para um necessitado, seja para uma cirurgia, seja para um exame ou tratamento. Isto tinha sido abolido. Era coisa do passado, mas hoje é do presente. Até quando vamos ver alguém percorrendo as ruas da cidade, batendo de porta em porta pedindo ajuda? É a pergunta que temos que ter resposta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário