RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

TESTEMUNHAS CONFIRMAM EM AUDIÊNCIA PROPAGANDA INSTITUCIONAL ELEITORAL


Foi realizada na manhã desta sexta feira, dia 2, no Forum da Comarca de Itaituba, a audiência para serem ouvidas as testemunhas de defesa do prefeito do município de Trairão, Danilo Miranda. A audiência foi presidida pelo juiz Cleytonei Passos Ferreira, e representando o Ministério Público, atuou a promotora Renata Fonseca de Campos.
O prefeito Danilo Miranda é acusado de ter usado propaganda institucional no período eleitoral, quando era candidato a reeleição a prefeito daquele município. No depoimento Fábio Oliveira Silva, que hoje é Secretario de Planejamento, Orçamento e Finanças no município de Trairão,disse que trabalhava na época como coordenador do Programa Credi-Pará, e que não acessa muito os blogs, por isso não tinha conhecimento de que o blog tinha veiculado propaganda institucional. Confirmou que desde 2009 o município de Trairão tem contrato com o Jornal Folha do Oeste, cujos os pagamentos são mensais. Disse desconhecer se Elissandro de Medeiros Ferreira exerce, nem que informalmente, a profissão de repórter.

Ouvida a testemunha, Elissandro de Medeiros Ferreira, ele disse que presta serviço ao município de Trairão, com cargo comissionado, e que é proprietário do <portaltrairense.blogspot.com> desde dezembro de 2009.  Adiantou em seu depoimento que não é correspondente do jornal Folha do Oeste, e que a matéria veiculada no jornal constando o nome ALESSANDRO MEDEIROS, é a sua. O MP só perguntou ao depoente se Alessandro ou Elissandro era funcionário da prefeitura do Trairão, ele confirmou que é funcionário da prefeitura desde 2009.

A testemunha, Francisco José Santos Amaral, ao ser interrogada, afirmou que o município do Trairão possui contrato com o jornal Folha do Oeste desde 2008, sendo os pagamentos efetuados mensalmente. Amaral ressaltou que a matéria, acostada nos autos inseridos no Jornal Folha do Oeste, foram extraídas do blog de Alessandro Medeiros. O diretor do jornal Folha do Oeste garantiu que  tem acordo verbal com Alessandro, para ser o correspondente do jornal no município de Trairão. Em conversa com o advogado Antonio Jairo dos Santos Araujo, responsável pela Ação, ele garantiu que as testemunhas confessaram em juízo a propaganda institucional política, com o único objetivo de divulgar os trabalhos do prefeito e então candidato a reeleição, Danilo Miranda, no sentido de angariar votos junto aos eleitores. Promoção pessoal e propaganda à custa do dinheiro público, são atos vetados pela Lei Eleitoral. Agora, as partes, acusação, defesa, e o Ministério Público, terão o prazo de 24 horas (Dois ) dias para apresentar memoriais finais para o juiz sentenciar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário