RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

SINTEPP DENUNCIA MALVERSAÇÃO DO DINHEIRO DO FUNDEB EM ITAITUBA

Professora Sueli Vieira - Coordenadora do SINTEPP
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará, subsede de Itaituba –SINTEPP, encaminhou  documento a  Câmara de Vereadores de Itaituba, denunciando uma serie de irregularidades que estão sendo praticadas pela administração municipal com o dinheiro do FUNDEB.
Segundo o documento, assinado pelos coordenadores da entidade Reginaldo do Carmo Ramos e Antonia Sueli Sousa, a lotação dos profissionais da educação no inicio do ano letivo foi efetuada em desacordo com a portaria de lotação e de acordo com os interesses com os interesses políticos.
Também denunciaram os representantes da categoria, que os profissionais da educação, contratados não estão sendo valorizados, já que possuem nível superior e recebem salários achatados e inferiores a sua qualificação, contrariando as promessas de campanha da prefeita Eliene Nunes.
Porém, todas as denuncias são graves, mas o desvio do recurso do Fundeb para pagamento de altos salários de funcionários lotados na SEMED mediante o acumulo de vantagens e gratificações,fere o RJU e a Lei do FUNDEB. Inclusive funcionários (professores) com desvio de função, ganhando do FUNDEB, cedidos para outras repartições públicas.
Entre outras irregularidades, o documento afirma que foi feita a substituição de conselheiros do FUNDEB, “nas coxas” comprometendo a autonomia do mesmo no processo de controle social, falta de transparência na aplicabilidade dos recursos do FUNDEB, com a falta de licitação para beneficiar  apadrinhados políticos de campanha da prefeita, descontos em contracheques de professores na Zona Rural, rotulando os mesmos de “preguiçosos” e irresponsáveis, prejudicando diretamente os alunos atendidos na área rural do município de Itaituba.
Outro ponto, abordado pela entidade é com relação a folha de pagamento dos servidores. A denuncia afirma que a Folha de Pagamento dos servidores do município de Itaituba extrapola o permitido por lei, para cumprir acordos políticos de campanha, num  verdadeiro “cabide de emprego”

No documento, o SINTEPP pede aos vereadores providência e espaço na Casa de Leis para expor a atual situação da educação em Itaituba.

Um comentário:

  1. Estão de parabéns os coordenadores do Sintepp por exercerem seus cargos de forma independente e valorizando a educação de Itaituba, coisa que nosso representante não faz, conforme mostra as irregularidades. Os pais de alunos deveriam ficar de olho nos vereadores que acobertarem mais essas irregularidades, pois se permitirem que isso continue acontecendo, estão retirando o direito a boa educação desses alunos. Os pais dos alunos devem se posicionar e fiscalizar junto com o Sintepp essas irregularidades. Notem que a camara de vereadores já evitaram que a secretária de saúde fosse dá explicações sobre possíveis irregularidades também. Ora o que se conclui é que os vereadores estão contra a população.

    ResponderExcluir