RIO TAPAJÓS

segunda-feira, 15 de julho de 2013

MAIS BUROCRACIA PARA LIBERAÇÃO DE DOCUMENTOS

           “AGORA SÓ BRASILIA LIBERA CARTAS DE ANUÊNCIAS”
EM VEZ DE O GOVERNO  FACILITAR,  A CADA DIA QUE PASSA DIFICULTA MAIS AINDA A SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS DA POPULAÇÃO. ENTRE OS EMBARAÇOS CRIADOS, CITAMOS O FECHAMENTO DO INCRA EM ITAITUBA, QUE VEM CAUSANDO GRANDES TRANSTORNOS, PRINCIPALMENTE PARA OS COLONOS, QUE PRECISAM DE UMA DELCLARAÇÃO CERTIFICANDO A PROFISSÃO PARA FIM DE A APOSENTADORIA, E HOJE PARA CONSEGUIREM ESTE DOCUMENTO SÃO OBRIGADOS A SE DESLOCAREM ATÉ SANTARÉM. AGORA, MAIS UMA MUDANÇA BUROCRÁTICA PARA DIFICULTAR O CUMPRIMENTO DA RESOLUTIVA QUE CONSTA NOS TITULOS DEFINITIVOS EXPEDIDOS PELO INCRA.  A CARTA OU DECLARAÇÃO DE ANUÊNCIA PARA A LIBERAÇÃO DA TERRA, QUE ANTES ERA EXPEDIDO PELO  INCRA EM SANTARÉM, PASSOU A SER  EXPEDIDO PELO TERRA LEGAL  E  SOMENTE EM BRASILIA, O QUE DIFICULTA MAIS AINDA A LEGALIZAÇÃO DAS TERRAS NA REGIÃO.


 O PEDIDO É PROTOCOLADO NO TERRA LEGAL EM SANTARÉM,  QUE  ENCAMINHA  PARA BRASILIA,  E ALI A DEMORA É GRANDE PARA EXPEDIR O DOCUMENTO.  SEM ESTA ANUÊNCIA O CARTÓRIO DO REGISTRO DE IMOVEIS NÃO FAZ A DOCUMENTAÇÃO DA TERRA, CONFORME  DETERMINA A RESOLUTIVA, QUE PARA ISTO PRECISA DO DOCUMENTO DE AUTORIZAÇÃO DO ORGÃO.   ASSUNTO PARAS NOSSOS PARLAMENTARES  DEFENDEREM NOSSOS COLONOS. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário