RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 28 de junho de 2013

PROIBIÇÃO DE COMBUSTIVEL PARA OS GARIMPOS PODE GERAR CAOS

Garimpeiros estão preocupados com o futuro da região, com a proibição da entrada de combustível para os garimpos da Babilônia, Planalto, Boa Vista, Vista Alegre, Pichinha , Fé em Deus e outros, localizados na Região dos municípios de Itaituba e Novo Progresso. Agentes do IBAMA e do ICMBIO montaram uma guarita ao longo da estrada, que tem cerca de 228 quilômetros e liga  a cidade de Novo Progresso com os garimpos,  e estão proibindo a entrada de combustível para a área garimpeira.

Segundo um dos garimpeiros, que vieram de lá, os agentes estão exigindo das transportadoras de combustível a PLG dos garimpos onde será consumido o petróleo. Caso não seja apresentada a documentação da legalização do garimpo, o caminhão não pode passar e tem que retornar a base. Isto está criando um caos naquela área de garimpagem, devido à falta de combustível para os maquinários funcionarem.
São mais de 3.000 pessoas que estão trabalhando nestes garimpos e se a questão não for resolvida a tendência é fechar os garimpos e esta gente vir para as cidades. Ocorre que muitos destes garimpeiros estão devendo o maquinário e combustível, que compraram fiado, e agora, com a paralisação da atividade, não estão tendo dinheiro para sanar seus débitos. A legalização dos garimpos, não é tão fácil como pensam os agentes. Tem garimpeiro que trabalha na área há mais de 30 anos e desconhece a quem pertence o subsolo.

Na região existem áreas de conservação, que foram criadas sem antes verificar se havia gente dentro. Este é o caso de vários garimpos da região, que ficam dentro destas unidades e jamais vão conseguir legalizar a atividade de garimpagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário