RIO TAPAJÓS

terça-feira, 21 de maio de 2013

PORTOS GRANELEIROS SERÃO CONSTRUIDOS EM RUROPOLIS



Quem ler esta manchete fica perguntando como vão ser construídos portos em Ruropolis, se a cidade fica no entroncamento das rodovias Cuiabá Santarém e Transamazônica e ali não tem rio. Pois bem. Com as dificuldades da legalização da légua patrimonial de Miritituba e mais o empecilho da CDP –Companhia Docas do Pará em querer 161 hectares de terra nas margens do Rio Tapajós, os empresários não conseguiram documentar suas terras nas margens do Rio Tapajós e por isso estão buscando alternativas para construir seus empreendimentos em áreas que existe documentação da terra. A região encontrada pelos empresários foi da comunidade de Santarenzinho. Ocorre que as áreas que estão sendo adquiridas pelos empresários para a construção dos portos e até do terminal de combustível do Ipiranga, está localizada nas margens do Rio Tapajós, porem em terra pertencente ao município de Ruropolis, segundo o IBGE, que inclusive  forneceu com exclusividade a este Blog o  mapa dos limites entre os municípios de Itaituba e Ruropolis. Inclusive a própria comunidade de Santarenzinho está localizada dentro da área territorial do Município de Ruropolis. Caso os empresários confirmem os empreendimentos na região do Santarenzinho, Itaituba vai perder para Ruropolis grande parte dos investimentos que estavam previstos acontecerem no Distrito de Miritituba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário