RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 10 de maio de 2013

DELEGADO ALESSANDRO X POLICIA MILITAR

A guerra está declarada entre o Delegado da Polícia Civil de Trairão, respondendo por Itaituba, Alessandro Napoleão, com a Polícia Militar. Tudo começou quando uma guarnição da PM foi chamada para atender denúncias de uma festa que ocorria na Playboy, ao lado da Câmara de Vereadores, altas horas da madrugada, já descumprindo a Lei que permite o funcionamento de bares e similares. A PM quando chegou ali, encontrou o Delegado Napoleão no referido recinto, que interferiu na ação da PM. Os policiais militares não se intimidaram pelo delegado e mandaram acabar a festa que estava perturbando o sossego de algumas pessoas. O delegado Napoleão não se esqueceu do ato cometido pelo Cabo Ozeias e na noite de domingo, quando o policial urinava atrás de um veículo, na Getúlio Vargas, o delegado abordou e deu ordem de prisão ao cabo PM. O clima esquentou e foi parar na delegacia. O delegado queria prender o PM, mas a guarnição que levou o cabo para a delegacia não permitiu e levou o cabo para o quartel. Na delegacia, segundo os militares, o delegado Napoleão criticava a postura da PM, principalmente o serviço secreto de está fazendo o trabalho de investigação que é de competência da polícia civil. O desdobro desta briga ainda vai continuar e perdurará por algum tempo, podendo ter um desfecho dramático, caso o delegado Napoleão continue em Itaituba, onde não há mais clima para sua permanência, já que está em guerra, não com um militar, mas com a tropa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário