RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

DENUNCIA: AREAS MINERAIS EM DISPONIBILIDADES SÃO DISPUTADAS



Quem vai ao DNPM  em Belém, ver ao lado do portão de entrada varias barracas montadas e pensa que faz parte de algum  movimento.

É fácil explicar: ali estão pessoas representando a TERRA ATIVA, que aguardam dia e noite que áreas de sub- solo (áreas minerais) entram em disponibilidades para poder requerer.

Depois que a área vai para disponibilidade, 60 dias após vencer o prazo, quem entrar primeiro com requerimento tem prioridade da área.

A TERRA ATIVA já requereu varias áreas, mas ninguém sabe explicar se ela está explorando ou passou para terceiros.

O caso merece ser investigado, já que quando de nossa visita a Belém, recebemos varias denuncias,principalmente de geólogos, que nos mostraram os acampamentos montados na calçada do DNPM em Belém, por pessoas que representam esta empresa, que aguardam o momento certo para requererem as áreas em disponibilidades.

Assim que abrir o órgão, nas primeiras horas, os representantes da Terra Ativa dão entrada nos requerimentos e passam a ter prioridade nas áreas que estão em disponibilidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário