RIO TAPAJÓS

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL CONTINUA A PERSEGUIÇÃO



  “Médico que há 17 anos trabalhava no Hospital Municipal foi demitido”

Desta vez a vítima da perseguição implacável da Secretaria de Saúde, foi o médico Antonio Miranda, que há 17 anos presta serviço no Hospital Municipal de Itaituba. O Dr. Miranda estava de licença de 10 dias tratando de assuntos particulares em Belém, e quando se apresentou a Secretaria de Saúde, Horenice Cabral comunicou sua demissão do quadro de médicos que prestavam serviço no Hospital Municipal, onde desempenhava o cargo de diretor clinico. O médico é concursado e ainda não foi lotado em nenhum posto de saúde do município. Enquanto isto, a Secretaria Horenice Cabral tem a  “Cara de Pau” de ir na Televisão dizer que a falta de médicos em Itaituba a obriga a contratar seus parentes. É verdade que faltam médicos em Itaituba, e os que aqui estão, assim como enfermeiras, não são contratados por questões políticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário