RIO TAPAJÓS

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

CURSOS DA EETEPA SÃO CLANDESTINOS


Na sessão desta 4ª feira, classifiquei de clandestino os cursos que estão sendo administrados na Escola Tecnológica do Pará em Itaituba, Disse que tem alunos que concluíram vários cursos técnicos em 2008 e até hoje não conseguiram se registrar no CREA - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

O grande motivo é que a Escola não tem hoje o CNPJ para cadastrar os cursos no CREA e por isso o conselho não reconhece os cursos de técnicas florestal, agropecuária, meio ambiente e agroindústria.

Nossa preocupação, é que a mão de obra que tanto brigamos para ser de Itaituba, está difícil de ser, por conta de que o Poder Público Estadual, que deveria formar esta mão de obra, não esta fazendo legalmente sua parte.

Como exemplo podemos citar, que a empresa Amazonas Florestal que ganhou a licitação de exploração da floresta da gleba Mamuru vai precisar de técnicos ambiental e florestal e vai ter que buscar fora esta mão de obra, já que os profissionais que aqui concluíram os cursos não podem se legalizados junto ao CREA, simplesmente porque a escola não tem ainda o CNPJ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário