RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

.TRE AUTORIZA TROCA DE PARTIDO

O Tribunal Regional  Eleitoral (TRE) no Estado do Pará julgou, ontem, três pleitos de vereadores dispostos a mudar de partido, mas interessados em manter os mandatos. Um foi concedido, outro foi negado e o terceiro foi arquivado. A decisão tem reflexo nas eleições municipais do próximo ano.

A vereadora Tereza Coimbra, de Belém, foi a única autorizada a mudar de partido sem que seja punida com a perda do mandato por causa de infidelidade partidária. Ela deixou o Partido Democrata Trabalhista (PDT) há mais de uma semana, alegando discriminação praticada pelo presidente estadual da legenda, deputado federal Giovanni Queiroz. Segundo a justificativa apresentada por Tereza ao TRE do Pará, ela foi caluniada e pediu explicações a Queiroz que respondeu classificando-a como "persona non grata" dentro do partido.
Ao ser consultado, o O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no Estado do Pará julgou, ontem, três pleitos de vereadores dispostos a mudar de partido, mas interessados em manter os mandatos. Um foi concedido, outro foi negado e o terceiro foi arquivado. A decisão tem reflexo nas eleições municipais do próximo ano.

líder pedetista disse ao TRE que não havia interesse em tentar ficarcom o mandato.

O desfecho permitirá que Tereza se candidate nas próximas eleições como filiada de outro partido sem risco de ficar sem o mandato atual. A mesma sorte não teve a vereadora Maria Creonilda, de Belterra, interessada em deixar o Partido dos Trabalhadores (PT), mas continuar na Câmara daquele município.


Nenhum comentário:

Postar um comentário