RIO TAPAJÓS

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

PENINHA: ”NÃO DEFENDO INCOERÊNCIAS, POR ISSO OS PROFESSORES NÃO SERÃO PREJUDICADOS NO PCCR.”


“Não vamos votar coisas aqui que não tenham coerência”, pois o sindicato por desconhecimento de causa vem tentando impor suas opiniões sobre um projeto que sequer foi analisado. O que não podemos é fazer Emendas que venham comprometer o Município, já que a Administração é impessoal, então temos que ter responsabilidade com o futuro, mesmo que sejamos oposição.

O que for das diretrizes das Leis, respeitando as Leis maiores deste país, vamos votar sem prejuízos a categoria dos educadores ou ao Município. Vamos analisar todos os pareceres e votar, pois nem o PCCR nem tampouco o RJU entrou em votação.

Quanto às críticas e cobranças feitas ao Prefeito Valmir Climaco, pela oposição gostaria de reafirmar que alguns problemas atuais são reflexos de governos passados, entre elas o impasse na questão da merenda escolar, que por falta de prestação, terá liberação da verba somente quando a atual gestão entrar na justiça, o que já o fez.  

Quero deixar claro que na condição de líder defendo não o Prefeito, mas a coerência, por isso que diante das cobranças da oposição questiono.  Porque os ex prefeitos não enviaram antes para essa Casa de Leis o PCCR?   Apenas não concordo que a oposição venha aqui em plenário fazer jogo de cena para a platéia, se valendo da mais pura demagogia.                                                                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário