RIO TAPAJÓS

quinta-feira, 21 de abril de 2011

VEREADORES CRITICAM POLICIA CIVIL POR DESARTICULAÇÃO DA AUDIÊNCIA PÚBLICA PREVISTA PARA O PLENÁRIO DA CÃMARA.

Peninha com comandante do Corpo de Bombeiros no estado e local
Um dia após a vinda do Secretário de Segurança Pública  Luiz Fernando Rocha, comandante geral da policia Militar Cel. Mário Solano,  Silvio Maués, diretor de Polícia  de  Interior e  diversas outras autoridades ligadas a questão de segurança, a Câmara em sua sessão ordinária criticou a não realização da audiência pública.

Para os vereadores Marcos da ideal e Dadinho que reforçaram as críticas de Peninha, o que houve   foi uma rasgação de sedas” onde os oradores que se manifestaram  no auditório da seccional só fizeram elogios onde uma crítica sequer contra as coisas erradas que estão ocorrendo na segurança do município foi posta, incluindo  ai até o Ministério Público Estadual, inclusive nenhuma entidade pode se manifestar para cobrar providência das autoridades presentes.

Vereador repassou ao Secretário de Segurança todos os problemas que ocorrem na segurança pública do município.
Para o vereador Peninha, autor do requerimento que pediu a audiência pública houve um desrespeito a população  e a Câmara já que a inauguração da superintendência deveria ocorrer em outra ocasião já que eles vieram com pressa de retornar para Belém e não estavam interessados na audiência Pública.

Mas Peninha que em protesto não se fez presente no auditório da seccional onde  iria inclusive representar o prefeito Valmir Clímaco, disse que a portas fechadas se reuniu com as autoridades no Hotel Apiacás e ali fez uma exposição de motivos mostrando o estado de”calamidade” em que se encontra a segurança Pública.



Com delegado do interior e comandante  Geral da PMA

Peninha"deveriam denunciar,cobrar e não apenas elogiar o que não merece"


Reunião na Casa do Prefeito Valmir  Clímaco onde foi feita ampla exposição de motivos sobre problemas da insegurança em Itaituba

Peninha  disse na sessão da Câmara que as entidades de classe que foram desrespeitadas no que seria o dia da audiência, procuraram os vereadores para que a Câmara possa intermediar  junto às autoridades reivindicações feitas onde aonde foi repassado pela associação Empresarial  e Industrial de Itaituba com abaixo assinado de diversas outras entidades de classes, ofício onde o documento pede troca e transferência de Policiais que por estarem há muitos anos lotados em Itaituba e  será preciso romper um certo”circulo vicioso” que não deixa transparente as ações da policia principalmente quando se trata de assaltos contra empresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário